Centro Internacional de Nagoya

Quero SABER , FAZER? NAVI

Mudança de cor

Tamanho da fonte

  • S
  • M
  • L
Quero SABER , FAZER? NAVI

 Quero SABER , FAZER? NAVI

Informação de Vida Cotidiana

Nagoya e desastres relacionados a tempestades e enchentes (名古屋の風水害)

2020.08.28

Setembro é uma época em que somos incitados a refletir sobre a preparação para desastres, com muitas atividades de prevenção de desastres realizados nas comunidades em todo o Japão, no final de agosto a setembro. O dia 1o de setembro foi designado como o dia da prevenção de desastres (Bosai no Hi), em 1960, a data do Grande Terremoto de Kanto (Kanto dai-shinsai) de 1923, e uma série de outros desastres naturais catastróficos ocorreram no Japão nesta época do ano.

Chuvas torrenciais e inundações causaram muitos danos ao redor do Japão este ano, da região de Tohoku a Kyushu, incluindo partes da vizinha província de Gifu. A região de Tokai e Nagoya não são estranhas aos desastres relacionados à água. Em setembro de 2020, marca os 20 anos desde o desastre da Chuva Torrencial de Tokai (Tokai Gou) e 61 anos desde o Tufão Isewan (Isewan Taifu), os quais inundaram partes de Nagoya.

Nesta edição, vamos examinar os desastres relacionados a tempestades e enchentes, especialmente o tufão de Isewan, e como podemos ajudar a nos preparar melhor para quando da ocorrência deste tipo de desastre.



Desastres relacionados a tempestades e enchentes 風水害

A expressão fusuigai (literalmente desastre de água e vento), refere-se a desastres relacionados a tempestades e inundações. Em outras palavras, desastres causados por ventos fortes e chuva, como tufões (taifu) e chuva forte (ooame) ou chuva torrencial (gou), tornados e assim por diante.



Que tipo de fenômeno meteorológico causa desastres de tempestades e inundações?

  • Tufões (taifu)P6_b.png

Um sistema de baixa pressão que se forma sobre o oceano em áreas tropicais é chamado de depressão tropical, mas quando a velocidade dos ventos perto do centro do sistema de baixa pressão excede 17,2m por segundo, a depressão é classificada como um tufão.

  • Força e danos do tufão

A força de um tufão é indicada pela velocidade máxima do vento (metros por segundo). Mostra a velocidade do vento, sendo representada como o número de metros que o vento percorre em um segundo.

  • Chuva torrencial localizada (shuchu gou)P6_c.png

Quando ocorre muita chuva em um curto espaço de tempo em uma área pequena, essa chuva torrencial localizada pode ocorrer a partir do final da estação chuvosa (tsuyu) e durante toda a estação de tufões.

  • Tornados (tatsumaki)

Atualizações dentro das nuvens cumulonimbus causam a rotação das correntes de ar gerando tornados. Tornados podem ocorrer durante a temporada de tufões.



Tipos de desastres relacionados a tempestades e enchentes

  • Inundação (suigai)P6_d.png

Inundações (kozui), Inundação externa (gaisui hanran)
Inundação de áreas resideciais, etc. causada pelo rompimento de uma margem de rio ou transbordamento do rio devido a chuvas fortes.

Inundação interna (naisui hanran)
Inundações que ocorrem quando os drenos e esgotos não são capazes de lidar com o grande volume de água que flui repentinamente por eles devido às fortes chuvas e transbordamentos de água que inundam as áreas urbanas.
Com a cobertura das estradas com asfalto, a diminuição dos arrozais e campos, etc., há menos terra exposta na qual a chuva pode ser absorvida a água pode se acumular nas áreas urbanas.
As pessoas perto de rios ou em áreas baixas precisam ser cautelosas.



  • Maré de tempestade (takashio saigai)

Uma subida extrema do nível do mar à medida que um tufão se aproxima é chamada de maré de tempestade. A baixa pressão do ar do tufão puxa o nível do mar para cima, enquanto os fortes ventos impulsionam a água a aumentar. O Tufão Isewan foi o maior desastre em quantidade de danos causados por uma tempestade no Japão. As pessoas perto da costa precisam ser cautelosas.

Mecânica de maré de tempestade

O efeito de tração - à medida que a pressão atmosférica diminui, o nível da água é puxado pelo ar, fazendo com que o nível do mar suba. (para cada queda de 1hPa/milibar na pressão atmosférica, estima-se que o nível do mar suba 1cm)

Efeito do vento - ventos fortes soprando do oceano aberto em direção à costa fazem com que o mar suba na costa, fazendo com que o nível do mar suba.



  • Desastres relacionados a sedimentos (dosha saigai)P6_e.png

Desastre relacionado a sedimentos refere-se a ocorrências como fluxos de detritos (dosekiryu, ou seja, um fluxo de lama, rocha, areia, solo e água de montanhas e rios), deslizamentos de terra (jisuberi) e falhas em encostas (gake kuzure). As pessoas perto de montanhas ou encostas íngremes precisam ser cautelosas.



O Tufão Isewan (Isewan Taifu)

Ao chegar em terra firme às 18h15 em 26 de setembro de 1959, perto de Shionomisaki, na cidade de Kushimoto, província de Wakayama, o Tufão Isewan atravessou as ilhas japonesas da Península de Kii à região de Hokuriku durante 26 e 27 de setembro, causando enormes danos e vítimas em uma extensa área. A devastação foi a pior causada por um tufão no Japão, com muitos dos danos concentrados nas províncias de Aichi e Mie.

A onda de tempestade que acompanhou, fez o nível do mar do Porto de Nagoya subir para 5,31 metros, o mais alto já observado no porto. Em muitos lugares, a onda da água do mar transbordou ou rompeu as barragens dos rios, inundando as cidades vizinhas e permaneceu por até dois meses, em algumas partes.

Em todo o Japão, 5089 pessoas perderam a vida ou desapareceram; dessas, 3260 estavam em Aichi e 1851 na cidade de Nagoya.

Por que os danos e baixas foram tão extremos?

  1. A Maior tempestade de todos os tempos e o pior caminho possível do tufão
    As áreas à direita do caminho de um tufão terão ventos mais fortes. Para a região de Tokai, o Tufão Isewan se aproximou pelo pior caminho possível, causando ventos violentos e uma tempestade, a maior registrada no Porto de Nagoya.
  2. Desenvolvimento urbano em áreas ao nível do mar
    A elevação de partes do sudoeste de Nagoya é na verdade mais baixa do que o nível do mar, e muitas fábricas e casas térreas de madeira foram construídas nessas áreas. As estruturas de madeira são mais fracas e suscetíveis a danos causados pela água, e por serem térreas, não puderam evacuar para um local mais alto como o segundo andar.
  3. Madeira das madeireiras carregadas pela correnteza
    Havia uma série de madeireiras no Porto de Nagoya e ao longo do rio Horikawa, onde a madeira importada era mantida. Na época do Tufão Isewan, a quantidade de madeira era maior do que a capacidade das madeireiras, resultando no armazenamento temporário de madeiras nos canais próximos e em jangadas. A tempestade carregou essas madeiras com a água do mar para o interior, destruindo casas, diques de rios e revestimentos, causando uma grande perda de vidas
  4. Apagões impedindo a divulgação de informações para as comunidades
    Apagões atingiram Nagoya, impedindo os residentes de receber informações vitais sobre a aproximação do tufão e ordens de evacuação



Prepare-se para desastres relacionado a tempestades e enchentes

O que fazer no dia a dia

. Mantenha drenos de águas pluviais e entradas limpas

. Remova ou guarde qualquer objeto ao redor de sua casa que possa explodir

. Mantenha seus objetos de valor e documentos importantes no andar de cima

. Confirme a localização dos pontos de refúgio de emergência designados e abrigos de evacuação designados, além da rota que fará para chegar ao local.

. Familiarize-se com o risco de inundação ao redor da área onde vive e trabalha com o mapa de risco de inundação

Obtenha informações

Estabeleça como obterá informações em um desastre, por exemplo, via TV ou rádio, através do sistema de alto-falantes de emergência, do site, serviço de notificação por e-mail ou SNS da Agência Meteorológica do Japão ou seu governo local.

O que preparar em caso de emergência

Alimentos, lanterna, louças, roupas, roupas de cama, objetos de valor, suprimentos médicos, produtos sanitários, bateria para celulares, banheiro portátil, capa de chuva, etc.

Ajudem uns aos outros

Valorize a interação do dia a dia com seus vizinhos e ajudem uns aos outros quando ocorrer uma emergência



Mapas de risco de inundação

Este mapa permite que os residentes visualizem os riscos estimados de inundação para uma determinada área, com diferentes profundidades projetadas e classificadas em cores diferentes.

Os mapas estão em japonês, mas contanto que possa ler um mapa para localizar seu local de residência, trabalho, etc., poderá consultar o diagrama de cores para ver a profundidade projetada para aquele local. O diagrama também mostra a profundidade projetada em comparação com um carro, uma casa e um prédio de vários andares.

Os mapas também contêm projeções para vários cenários, por exemplo, no caso de rompimento das barragens de um rio, inundações internas causadas por chuvas torrenciais, etc.

Os mapas de risco de inundação para cada distrito podem ser visualizados no site da cidade de Nagoya (http://www.city.nagoya.jp/kurashi/category/405-5-11-0-0-0-0-0-0-0.html).

Caso não seja residente da cidade de Nagoya, solicite no escritório do governo local onde obter ou visualizar os mapas de riscos de sua área.

Notícias e Eventos

Copyright © Nagoya International Center All rights reserved.